Nursing consultation in chemotherapy: facilitators and difficulties in the light of advanced practices

Authors

  • Rubislene Assis Santos de Brito
  • Sônia Regina de Souza
  • Patrícia Quintans Cundines Pacheco
  • Carla Andreia Vilanova Marques
  • Natália Chantal Magalhães da Silva
  • Carlos Magno Carvalho da Silva
  • Juliana Abreu de Vasconcellos
  • Julia Vilhena Alves da Silva Rosa

DOI:

https://doi.org/10.55905/revconv.16n.11-002

Keywords:

office nursing, oncology nursing, advanced practice nursing, drug therapy, nursing

Abstract

This article analyzes facilitating and hindering factors for the systematization of first appointment in clinical practice of nurses in antineoplastic chemotherapy in light of advanced practices. Descriptive study qualitative with 30 specialized clinical nurses. Data was produced in private online interviews and thematic analysis with the software Iramuteq. The appointment is marked by the plurality of actions. It is not standardized; it focuses on drug toxicities and their possible complications. The reception of patients, communication skills, empathy and technical-scientific mastery are facilitating factors; lack of physical space, work overload, scarcity of human resources and information overload are complicating factors. The first-time nursing appointment is a powerful instrument for quality and patient safety with treatment benefits. However, it is necessary to adopt a nursing assistance model that guides the systematization of the first-time nursing appointment, contributes to coordinating the care offered, and strengthens advanced practices in oncology nursing.

References

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA (Brasil). Estimativa 2020: incidência de câncer no Brasil. Rio de Janeiro: Ministério da Saúde, 2019. Disponível em: https://www.inca.gov.br/sites/ufu.sti.inca.local/files//media/document//estimativa-2020-incidencia-de-cancer-no-brasil.pdf. Acesso em: 27 fev. 2022.

RODRIGUES, J. R. G.; SIQUEIRA JR, A. C.; SIQUEIRA, F. P. C. Nursing consultation in pediatric oncology: a tool for empowering parents. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental, v. 12, p.211-221, 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v12.7569. Acesso em: 27 fev. 2022.

MIRANDA NETO, M. V. et al. Prática avançada em enfermagem: uma possibilidade para a Atenção Primária em Saúde?. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v.71, p.716-721, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0672. Acesso em: 27 jan. 2021.

CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM (Brasil). Resolução COFEN nº 210/1998. Dispõe sobre a atuação dos profissionais de Enfermagem que trabalham com quimioterápico antineoplásicos. Diário Oficial da União: Brasília, DF, 01 jul. 1998.

TOLENTINO, G. S.; BETTENCOURT, A. R. C.; FONSECA, S. M. Construção e validação de instrumento para consulta de enfermagem em quimioterapia ambulatorial. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v.72, n.2, p.391-399, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0031. Acesso em: 28 jan. 2021.

TRENTINI, M.; PAIM, L.; SILVA, D. M. G. V. O método da pesquisa convergente assistencial e sua aplicação na prática de enfermagem. Texto & Contexto – Enfermagem, Florianópolis, v.26, n.4, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0104-07072017001450017. Acesso em: 27 jan. 2021.

BRITO, RUBISLENE ASSIS SANTOS. CONSULTA DE ENFERMAGEM DE 1ª VEZ EM QUIMIOTERAPIA: contribuições para a prática avançada em oncologia no atendimento ambulatorial. 2022. 88f. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-graduação Mestrado em Enfermagem, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2022.

BALDIN, N.; MUNHOZ, E. M. B. Educação ambiental comunitária: uma experiência com a técnica de pesquisa snowball (bola de neve). REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande, v. 27, 2012. Disponível em: https://periodicos.furg.br/remea/article/view/3193. Acesso em: 28 jan. 2021.

VINUTO, J. A amostragem em bola de neve na pesquisa qualitativa: um debate em aberto. Temáticas, v.22, n.44, p. 203-220, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.20396/tematicas.v22i44.10977. Acesso em: 24 fev. 2021.

CAMARGO, B. V.; JUSTO, A. M. IRAMUTEQ: um software gratuito para análise de dados textuais. Temas em Psicologia, Ribeirão Preto, v. 21, n. 2, p. 513-518, 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9788/TP2013.2-16. Acesso em: 24 fev. 2021.

LOUBÈRE, L.; RATINAUD, P. Documentation IRaMuTeQ 0.6 alpha 3 version 0.1. 2014. Disponível em: http://www.iramuteq.org/documentation/fichiers/documentation_19_02_2014.pdf. Acesso em: 24 fev. 2022.

GÓES, F. G. B. et al. Utilização do software IRAMUTEQ em pesquisa de abordagem qualitativa: relato de experiência. Revista de Enfermagem da UFSM, Santa Maria, v.11, e63, p.1-22, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.5902/2179769264425. Acesso em: 15 nov. 2021.

MINAYO, M. C. S. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 29. ed. Petrópolis: Vozes, 2010.

REIS, D. L. A. et al. Consulta sistematizada de enfermagem em quimioterapia antineoplásica. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.6, n.2, p.7668-7683, 2020. Disponível em: https://brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/6941. Acesso em: 27 jan. 2021.

FERREIRA, E. B. et al. Consulta de enfermagem via telefone: relatos dos pacientes submetidos à quimioterapia antineoplásica. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro, v.4, n.2, p. 1090-1099, 2014. Disponível em: http://www.seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/639. Acesso em: 20 fev. 2022.

Downloads

Published

2023-11-03

How to Cite

de Brito, R. A. S., de Souza, S. R., Pacheco, P. Q. C., Marques, C. A. V., da Silva, N. C. M., da Silva, C. M. C., de Vasconcellos, J. A., & Rosa, J. V. A. da S. (2023). Nursing consultation in chemotherapy: facilitators and difficulties in the light of advanced practices. CONTRIBUCIONES A LAS CIENCIAS SOCIALES, 16(11), 24777–24792. https://doi.org/10.55905/revconv.16n.11-002

Issue

Section

Articles