Aplicação de pó de rocha de basalto associado a plantas de cobertura no cultivo do trigo em sucessão

Authors

  • Jandrei Matheus Stein
  • Tiago Rafael Kunz
  • Edleusa Pereira Seidel
  • Monica Carolina Sustakowisk
  • Luane Laíse Oliveira Ribeiro
  • Roberta Dahmer

DOI:

https://doi.org/10.55905/revconv.16n.11-060

Keywords:

adubos verdes, remineralizador, teores nutricionais

Abstract

Visando utilizar fontes alternativas de adubação, surge a necessidade de realizar estudos com o uso de pó de rocha de basalto para a cultura do trigo. O objetivo foi avaliar o efeito da aplicação de pó de rocha de basalto associado a diferentes plantas de cobertura, sobre os atributos químicos do solo e teores de nutrientes na cultura do trigo. O delineamento foi o inteiramente ao acaso em esquema fatorial (3x2)+2 e quatro repetições. O primeiro fator consistiu em três adubos verdes: barquiária (Urochloa riziziensis), Crotalária (Crotalária juncea) e Nabo forrageiro (Raphanus sativus); o segundo fator foi a ausência ou presença de pó de rocha na dose de 8 ton ha-1; os tratamentos adicionais foram: adubação com formulado (NPK) na dose de 300 kg ha-1 e ausência de adubação (testemunha absoluta). Foi avaliada as principais característica químicas do solo: Ca, Mg, P, K, pH (água), pH (SMP), Matéria Orgânica, Fe, Mn, Cu, Zn e teores de nutrientes na parte aérea: P, K, Ca, Mg. As plantas de cobertura afetaram o pH (água e SMP) e os teores de matéria orgânica, magnésio e cobre no solo. A aplicação do pó de rocha de basalto aumento o pH (SMP) do solo e quando este foi associado ao nabo forrageiro aumentou a disponibilidade de potássio. Menores teores de fósforo e maior teor de potássio foram observados no trigo cultivado em sucessão ao nabo forrageiro. Menores teores de potássio foi observado no trigo quando aplicado pó de rocha de basalto.

References

Alovisi, A. M. T., Taques, M. M., Alovisi, A. A., Tokura, L. K., Silva, J. A. M da., Cassol, C. J. (2020). Rochagem como alternativa sustentável para a fertilização de solos. Revista Gestão & Sustentabilidade Ambiental, 9(e), 918-932.

Bona, F. D de., Mori, C. De., & Wietholter, S. (2016). Manejo nutricional da cultura do trigo. International Plant Nutrition. Informações agronômicas.

Carvalho, A. M. X de. (2013). Rochagem: um novo desafio para o manejo sustentável da fertilidade do solo. In: Silva, J. C da., Silva, A. A. S, Assis, R. T de, editores. Sustentabilidade e inovações no campo. Compose, Uberlândia-MG.

Caviglione, J. H., Kiihl, L. R. B., Caramori, P. H., Oliveira, D., Galdino, J., Borrozino, E., & Pugsley, L. (2000). Cartas climáticas do Estado do Paraná. Londrina: Iapar, 1.

Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). (2022). Análise mensal, Brasilia-DF. 2022.

Faquin, V. (2005). Nutrição mineral de plantas. UFLA/FAEPE, Lavras.

Favarato, L. F., Souza, J. L, Galvão, J. C., Souza, C. M., & Guarçoni, R. C. (2015). Atributos Químicos Do Solo Sobre Diferentes Plantas de Cobertura no Sistema Plantio Direto Orgânico. Revista Brasileira Agropecuária Sustententável, 5(2).

Ferreira, E. R. N. C., Almeida, J. A., & Mafra, A. L. (2009). Pó de basalto, desenvolvimento e nutrição do feijão comum (Phaseolus vulgaris) e propriedades químicas de um Cambissolo Húmico. Revista de Ciências Agroveterináras, 8(2): 111-121.

Ferreira, E. R. N. C., Almeida, J. A., & Mafra, A. L. (2009). Pó de basalto, desenvolvimento e nutrição do feijão comum (Phaseolus vulgaris) e propriedades químicas de um Cambissolo Húmico. Revista de Ciências Agroveterinárias, 8(2), 111-121.

Heinz, R., Garbiate, M. V, Viegas Neto, A. L., Mota, L. H, Correia, A. M., & Vitorino, A. C. (2011). Decomposição e liberação de nutrientes de resíduos culturais de crambe e nabo forrageiro. Ciencia Rural, 41(9), 1549-1555.

Lana, M. D. C., Frandoloso, J. F., Fey, R., Richardt, A., & Fontaniva, S. (2016). Análise química de solo e tecido vegetal: metodologias analíticas. Edunioeste, Cascavel.

Leal, A. J. F., Lazarini, E., Rodrigues, L. R., & Marcandalli, L. H. (2013). Adubação nitrogenada para milho com o uso de plantas de cobertura e modos de aplicação de calcário. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 37(2), 491-501.

Lopes, A. S., Guilherme, L. R. G. (2007). Fertilidade do solo e produtividade agrícola. In: Novais, R. F., Alvarez, V. V. H., Barros, N. F, Fontes, R. L. F., Cantarutti, R. B, Neves, J. C. L., editores. Fertilidade do solo. SBCS, Viçosa-MG.

Nascimento, M., Loureiro, F. E. L. (2004). Fertilizantes e sustentabilidade: o potássio na agricultura brasileira, fontes e rotas alternativas. CETEM/MCT, Rio de Janeiro.

Oliveira, T. K., Carvalho, G. J., & Moraes, R. N. (2002). Plantas de cobertura e seus efeitos sobre o feijoeiro em plantio direto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 37(8), 1079-87.

SANTANA, J. da S. 2012. Formas de potássio e poder tampão potássico em solos com diferentes teores de argila. Revista Brasileota de Ciência do Solo, 1(2), 25-35.

Santos, H. G., Jacomine, P. K. T., Anjos, L. H. C., Oliveira, V. A., Lumbreras, J. F., Coelho, M. R., Almeida, J. A., Araujo Filho, J. C., Oliveira, J. B & Cunha, T. J. F (2018). Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 5.ed. Embrapa, Brasília: Embrapa.

Sillanpää, M. (1972). Trace elements in soils and agriculture. Rome: Food and Agriculture Organization of the United Nations, 67p.

Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, SBCS. (2019). Manual de adubação e calagem para o estado do Paraná. v. 2. Livro. Núcleo Estadual Paraná da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo.

Theodoro, S. H., Tchouankoue, J. P., Gonçalves, A. O., Leonardos, O., & Harper, J. (2012). A importância de uma rede tecnológica de rochagem para a sustentabilidade em países tropicais. Revista Brasileira de Geografia Física, 5(6), 1390-1407.

Wong, M. T., Webb, M. J.; & Wittwer, K. (2013). Development of buffer methods and evaluation of pedotransfer functions to estimate pH buffer capacity of highly weathered soils. Soil Use and Management, 29(1), 30-8.

Published

2023-11-10

How to Cite

Stein, J. M., Kunz, T. R., Seidel, E. P., Sustakowisk, M. C., Ribeiro, L. L. O., & Dahmer, R. (2023). Aplicação de pó de rocha de basalto associado a plantas de cobertura no cultivo do trigo em sucessão. CONTRIBUCIONES A LAS CIENCIAS SOCIALES, 16(11), 25782–25795. https://doi.org/10.55905/revconv.16n.11-060

Issue

Section

Articles