Maternal educational practice and health education as a strategy to protect children: reflecting the culture of peace

Authors

  • Darlene Menezes Alves
  • Patrícia Lima Pereira Peres
  • Eloá Carneiro Carvalho
  • Maria Helena do Nascimento Souza
  • Priscila da Silva Matias Lucas

DOI:

https://doi.org/10.55905/revconv.17n.2-051

Keywords:

child, health education, child abuse without repeating painful acts already experienced

Abstract

Understand the influence of maternal educational practice in promoting a culture of peace and reflect on the role of health professionals as promoters of such a culture in child health care. Qualitative study, carried out with mothers of children aged zero to 12 incomplete years. The speeches were captured through a focus group held in the municipality of Nova Iguaçu. There are weaknesses related to the maternal educational process, which can be understood as violence against children. However, another finding showed that there is a desire on the part of mothers to discipline their children without repeating painful acts they have already experienced, which is an opportunity for health education to be developed with a view to deconstructing violent disciplinary forms and promoting a culture of peace. Health professionals should incorporate strategies to promote a culture of peace into their daily care practices, valuing good treatment for children and spaces for listening to mothers and caregivers, since the maternal discourse evidenced a desire to carry out the raising children

References

BRASIL. Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e da outras providencias. Lex: ECA 2017 versão atualizada: CEDECA, Rio de Janeiro, 2017, p. 27-51.

BRASIL, Ministério da Saúde. Saúde da criança : crescimento e desenvolvimento. Brasília: Ministério da Saúde, 2012.

BRASIL. Lei n° 13010, de 26 de junho de 2014. Altera a Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990 para estabelecer o direito da criança e do adolescente de serem educados e cuidados sem o uso de castigos físicos ou de tratamento cruel ou degradante e altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. DOU. Brasília, DF, 27, jun. 2014. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13010.htm> Acessado em 30 de maio de 2019.

BITTENCOURT, F; LUCCHETTI, A, editores. Nos últimos 5 anos, 35 mil crianças e adolescentes foram mortos de forma violenta no Brasil, alertam UNICEF e Fórum Brasileiro de Segurança Pública. [internet]. Brasil: UNICEF Brasil. Rio de Janeiro. Outubro, 2021. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/comunicados-de-imprensa/nos-ultimos-cinco-anos-35-mil-criancas-e-adolescentes-foram-mortos-de-forma-violenta-no-brasil Acessado em: 28, abril, 2023.

CAREGNATO, C.A; MUTTI, R. Pesquisa qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto Contexto Enferm. Florianópolis, v. 4, n. 15, p. 679-84, 2006

Cruz, J.W.A.; Santos, F.O.A; Sales, V.B.S; Santana, L.N; Martins, S.S; Matos, H,S,S. Costa, M.R.C.D. Arco de Maguerez e Educação Em Saúde sobre Depressão em Escolares: Relato de Experiência. RECISATEC- Revista Científica Saúde e Tecnologia, v.01, n.02, 2021.

FARIAS M.S; SOUZA, C.S; CARNESECA, E.C; PASSOS, A.D. C; VIEIRA, E.M. Caracterização das notificações de violência em crianças no município de Ribeirão Preto, São Paulo, no período 2006-2008*. Epidemiol. Serv. Saude, Brasília, v. 25, n 04, p. 799-806, out-dez 2016.

GOMES, R; JUNQUEIRA, M.F.P.S; SILVA, C.O; JUNGER, W.L. A abordagem dos maus-tratos contra a criança e o adolescente em uma unidade pública de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 07, n. 02, 2002.

LIVANA, P.H, KURIAN, M, NURNAINAH, N. Physical violence of parents in children age school. Indonesian J Global Health Research. [Internet]. 2020 [acesso em 04 abr 2023]; 2(1). Disponível em: https://doi.org/10.37287/ijghr.v2i1.64

https://doi.org/10.37287/ijghr.v2i1.64

MARQUES, E.S; MORAES, C.L, Hasselmann MH; DESLANDES S.F; REICHENHEIM, M.E. Violence against women, children, and adolescents during the COVID-19 pandemic: overview, contributing factors, and mitigating measures. Cad Saude Publica. 2020 Apr 30;36(4):e00074420. English, Portuguese. doi: 10.1590/0102-311X00074420. PMID: 32374808.

NUNES, A.J; SALES, M.C.V. Violência contra crianças no cenário brasileiro. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 21, n. 03, p. 871-880, 2016.

PÊGO, H.A; SILVA, L.L; BASTOS, C.F. Lei da Palmada e a Violência Doméstica Contra Crianças e Adolescentes. In: Congresso em Desenvolvimento Social, 4, 2014, Montes Claros. Anais Eletrônicos. Montes Claros: Unimontes, 2014. Disponível em: <http://congressods.com.br/quarto/anais/GT03/26_GT_03.pdf> Acessado em: 31 mar. 2019.

Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança : orientações para implementação.Brasília : Ministério da Saúde, 2018.

Resolução no 510, de 07 de abril de 2016. Dispõe sobre as normas aplicáveis a pesquisas em Ciências Humanas e Sociais. DOU. Brasília, DF, 07, abril. 2016. Disponível em: < https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf:> Acessado em 10 de dezembro de 2020.

SANTOS, L.E.S; SILVA, K.C.B; GOMES, L.M.S; LEÃO, M.K.S. LIMA, L.H.O. O Arco de Maguerez com uma Ferramenta Potente na Educação em Saúde com Gestantes: Um Relato de Experiência. Anais VI JOIN / Brasil - Portugal... Campina Grande: Realize Editora, 2019. Disponível em: <https://editorarealize.com.br/artigo/visualizar/57769>. Acesso em: 28 de abril de 2023 16:24.

SOARES, M.C. Construção social da violência e a negação da civilidade. Latitude. v.8, n.1, p.33-62, 2014.

SOUSA, J.F. Piaget e vigotski e suas contribuições na psicologia da aprendizagem. In: II CONEDU- Congresso Nacional de Educação, 2015, Campina Grande. Fundamentos da Educação. Paraíba, 2015.

SILVA, J.M; LIMA, M.C; LUDERMIR, A.B. Violência por parceiro íntimo e prática educativa materna. Rev Saúde Publica. v. 51, p. 1-11, 2017.

Tong A, Sainsbury P, Craig J. Consolidated criteria for reporting qualitative research (COREQ): a 32-item checklist for interviews and focus groups. Int J Qual Health Care. 2007;19(6):349-57. DOI: https://doi.org/10.1093/intqhc/mzm04

Published

2024-02-09

How to Cite

Alves, D. M., Peres, P. L. P., Carvalho, E. C., Souza, M. H. do N., & Lucas, P. da S. M. (2024). Maternal educational practice and health education as a strategy to protect children: reflecting the culture of peace. CONTRIBUCIONES A LAS CIENCIAS SOCIALES, 17(2), e4234. https://doi.org/10.55905/revconv.17n.2-051