Medicinal plants as a generative theme for the study of organic functions and scientific literacy in chemistry

Authors

  • Jaine Costa Cruz
  • Jane Geralda Ferreira Santana
  • Rita de Cássia Ramos Queiroz de Freitas
  • Lília Raquel Fé da Silva
  • Joel Augusto Moura Porto
  • Maria Sandra Ramos Queiroz
  • Cassius de Souza
  • Ana Carolina Moreira Souza
  • Ronaldo Santos Guedes

DOI:

https://doi.org/10.55905/revconv.17n.6-116

Keywords:

medicinal plants, teaching, organic functions, scientific literacy

Abstract

Chemistry teaching requires the use of approaches that provide students with conditions so that they can critically interpret the reality in which they live. This implies the need to link the content worked with the social context in which the student is inserted. However, the practice of contextualizing is rarely addressed in the classroom, especially when it comes to teaching Organic Chemistry. Therefore, this research aimed to propose a didactic intervention based on the theme of medicinal plants as a proposal to integrate the student's daily life with the construction of knowledge about Organic Functions, in order to make the teaching and learning process more meaningful in accordance with the proposal for Scientific Literacy. The research was carried out with students from a 3rd year class of Integrated Technical High School in Computer Science for the Internet at the Federal Institute of Education Science and Technology Baiano - Campus Guanambi, in the period between November 2022 and May 2023 and involved six stages, with diverse activities. The use of the theme met the objectives of the study proposal, as, depending on the receptivity of the participants, it constitutes a teaching resource that brought the study of Organic Functions closer to everyday life, favoring more meaningful learning. The proposed use of the generating theme also demonstrated that it aroused the students' curiosity and interest, given their active participation in the construction of knowledge, which may have contributed to the teaching and scientific literacy processes.

References

BRAIBANTE, M. E. F. et al. Química dos Chás. Química Nova na escola, v. 36, n. 3, p. 168-175, 2014.

BRANCO, J. C. Potencialidades de uma sequência didática para o ensino de química a partir da abordagem do tema chás e os saberes populares.2020. 105 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Ciências) - Universidade Federal do Pampa, Bagé, RS, 2020.

BRITO, A. K. O.; MAMEDE, R. V. S.; ROQUE, A. K. L. Plantas medicinais no ensino de funções orgânicas: uma proposta de sequência didática para a educação de jovens e adultos. Revista Experiências em Ensino de Ciências, v14, n. 3, 2019.

CARVALHO, A. C. B. Plantas Medicinais e Fitoterápicos: Regulamentação Sanitárias e Propostas de Modelos de Monografias para Espécies Vegetais oficializadas no Brasil. 2011. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) – Universidade de Brasilia, Brasilia, DF, 2011. Disponível em: http://repositorio.unb.br/handle/10482/8720. Acesso em: 17 jan. 2023.

CARVALHO, A. M. P. de; GIL-PÉREZ, D. Formação de professores de ciências: tendências e inovações. 10. ed. São Paulo: Cortez, 2011. 127 p. (Questões da nossa época, v. 28) ISBN: 9788524917257.

CHASSOT, A. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. 8 ed. Ijuí: Unijuí, 2018.

COLET, C. F. et al. Análises das embalagens de plantas medicinais comercializadas em farmácias e drogarias do município de Ijuí/RS. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 17, n. 2, p. 331-339, 2015.

CONCEIÇÃO, S. F. S. M. Efeitos do Gengibre, do Alho e do Funcho na Saúde. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Fernando Pessoa, Faculdade Ciências da Saúde, Porto, Portugual, 2013. Disponível em: https://bdigital.ufp.pt/handle/10284/4077. Acesso em: 20 jan. 2023

CORDEIRO, S.; GLOVER, S.; WALSTAB, A. Desvantagem educacional nas escolas regionais e rurais. 2014.

CZELUSNIAK, K. E. et al. Farmacobotânica, fitoquímica e farmacologia do Guaco: revisão considerando Mikania glomerata Sprengel e Mikania laevigata Schulyz Bip. ex Baker. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 14, n. 2, p. 400-409, 2012.

DO VALE, T. G. et al. Central effects of citral, myrcene and limonene, constituents of essential oil chemotypes from Lippia alba (Mill.) NE Brown. Phytomedicine, v. 9, n. 8, p. 709-714, 2002.

DUARTE, J. S. Uso do Portal de Periódicos da Capes pelos alunos do Programa de Pós- Graduação em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Paraíba, 2010. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/3987. Acesso em: 20 março de 2023.

FERINO, L. P da P. Sequência didática sobre plantas medicinais como estratégia para a alfabetização científica: utilização no ensino fundamental de escolas públicas de Iguatu/CE/– Crato –CE, 2020 134p. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação) - Universidade Regional do Cariri, Crato, Ceará, 2020.

FERNANDES, W. R.; CENDÓN, B. V. Study about the Capes Portal of E-Journals non- users. In: In: Research and Advanced Technology for Digital Libraries: 19th International Conference on Theory and Practice of Digital Libraries, TPDL 2015, Poznań, Poland, September 14-18, 2015, Proceedings 19. Springer International Publishing, 2015. p. 347-350.

FERREIRA, E. L. et al. Etnoconhecimento e utilização do gengibre no norte de mato grosso. Revista Vivências, v. 16, n. 31, p. 157-169, 2020.

GAUDÊNCIO, S. M.; FIGUEIREDO, J.; LEITE, R. de A. Guia de fontes eletrônicas de informação: um contributo à pesquisa acadêmica. Faculdade de Ciências e Tecnologia Mater Christi, 2009.

JESUS, W. S.; LIMA, J.P.M. Pesquisa em Ensino em Química. São Cristóvão: Universidade Federal de Sergipe, CESAD, 2012.

LIMA, J. A. Plantas medicinais como temática de contextualização para uma aprendizagem significativa das funções orgânicas oxigenadas. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) - Instituto Federal do Ceará, Fortaleza, 2017.

LORENZI, H.; MATOS, F. J. A. Plantas Medicinais do Brasil – Nativas e Exóticas. Instituto Plantarum, p. 488. Nova Odessa/SP, 2002.

MACHADO, M. M. O ensino de funções orgânicas a partir da análise de estruturas de princípios ativos encontrados em plantas medicinais: uma abordagem científica com a inclusão social da terceira idade e o seu respectivo conhecimento popular sobre a fitoterapia. Dissertação (Mestrado Profissional em Química) - Universidade Federal Fluminense, Volta Redonda, 2021. Disponível em: https://app.uff.br/riuff/handle/1/21756. Acesso em: 28 março de 2023

MAIA, Z.C. Plantas medicinais como recurso didático no ensino de química orgânica. 66f. 2019. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, Ceará, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufc.br/handle/riufc/42541. Acesso em: 13 março de 2023.

MARCONDES, M. E. R. As ciências da natureza nas 1ª e 2ª versões da base nacional comum curricular. Estudos avançados, v. 32, p. 269-284, 2018.

MAROCHIO, M. R.; OLGUIN, C. de F. A. Plantas medicinais e o estudo das funções orgânicas. Cadernos PDE, p. 1-18, 2013.

MIRANDA, M. de S; MARCONDES, M. E. R; SUART, R. de C. Promovendo a alfabetização científica por meio de ensino investigativo no ensino médio de química: contribuições para a formação inicial docente. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências, v. 17, n. 3, p. 555-583, 2015.

NASCIMENTO, C. S. Pesquisa científica no Ensino Médio e Técnico. Revista Brasileira da Educação Profissional e Tecnológica, v. 2, n. 21, p. e12270, 2021.

NETO, L. S. F. Análise da alfabetização científica no ensino de fitoterápicos por meio de uma sequência didática. 2020. Dissertação (Mestrado Profissional em Química) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, São Paulo, 2020. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/13242. Acesso em: 18 de fevereiro de 2023.

PEDROSO, R. S., ANDRADE, G., PIRES, R. H. Plantas medicinais: uma abordagem sobre o uso seguro e racional. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 31, n. 2, 2021.

PEREIRA, A. C. dos S.; CUNHA, M. das G. C. Medicina popular e saberes tradicionais sobre as propriedades medicinais da flora cerradeira. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 11, n. 21, p. 126–137, 2015.

RICARDO, E.C. Implementação dos PCN em sala de aula: dificuldades e possibilidades. Caderno Brasileiro de Ensino de Física. v. 4, n. 1, 2003.

ROCHA, A. O. R. M. F. et al. Uso do gel da camomila (Matricaria chamomilla L.) associado ao LED vermelho de baixa frequência no tratamento da acne vulgar. Research, Society and Development, v. 10, n. 15, p. e162101522627, 2021.

ROCKENBACH, L. C. Plantas medicinais e estereoisomeria no ensino médio: uma proposta de unidade de ensino potencialmente significativa. Dissertação (Mestrado Profissional em Química) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2020. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/218057. Acesso em: 16 março de 2023.

SANTIAGO, T. B. Estratégias metodológicas no ensino de química orgânica: aplicativos e jogos como propostas pedagógicas para a sala de aula. 2019. 54 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2019.

SANTOS, V. S. Capim-santo. Mundo Educação – UOU. (2021). Disponível em: https://mundoeducacao.uol.com.br/saude-bem-estar/capimsanto.htm. Acesso em: 11 agosto de 2023.

SCHIOZER, A. L.; CABRAL, E. C.; GODOY, A. A. F. Electrospray ionization mass spectrometry fingerprinting of extracts of the leaves of Arrabidaea chica. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 23, p. 409-414, 2012

SCHNEIDER, E. M; FUJII, R. A. X.; CORAZZA, M. J. Pesquisas quali-quantitativas: contribuições para a pesquisa em ensino de ciências. Revista Pesquisa Qualitativa, v. 5, n. 9, p. 569-584, 2017.

SILVA, A. B.; SILVA, A. H. B. Plantas medicinais da caatinga mais comercializadas em feiras livres, Jequié, Bahia. Disponível em: http://www.abhorticultura.com.br/biblioteca/Default.asp?id=6803. Acesso em: 27 março de 2023.

SILVA, F. E. et al. Temática Chás: uma contribuição para o ensino de nomenclatura dos compostos orgânicos. Química Nova na Escola, v. 39, n. 4, p. 329-338, 2017

SILVA, L. E. F. Estudo de funções orgânicas: contextualização através de plantas medicinais. Trabalho de Conclusão de Curso (graduação) – Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências, Curso de Química, Fortaleza, 2019.

SILVA, M. D. N.; PINHEIRO, E. B. F. Compostos bioativos: Uma contribuição para o ensino de funções orgânicas no Curso de Licenciatura em Química. Research, Society and Development, v. 10, n. 3, p. e55610313742, 2021.

SILVA, M. R. A utilização do conhecimento de plantas medicinais como ferramenta para estimular a preservação ambiental. Revista Monografias Ambientais, v. 6, n. 6, 2012.

SOUSA, R. D. C.; SOARES, F. M. de A. Conhecimento popular acerca do uso de plantas medicinais em cidades do extremo sul da Bahia. REVISE - Revista Integrativa em Inovações Tecnológicas nas Ciências da Saúde,v. 3, n. fluxo contínuo, p.46-60, 2018.

SOUZA, K. R.; KERBAUY, M. T. M. Abordagem quanti-qualitativa: superação da dicotomia quantitativa-qualitativa na pesquisa em educação. Educação e Filosofia, v. 31, n. 61, p. 21-44, 2017.

THIOLLENT, M. Perspectivas da metodologia de pesquisa participativa e de pesquisa-ação na elaboração de projetos sociais e solidários. In: LIANZA, S.; ADDOR, F. (orgs.) Tecnologia e desenvolvimento social e solidário. Porto Alegre, Editora UFGRS, 2005. p. 172-189.

TRIPP, D. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, v. 31, n. 3, p. 443-466, 2005.

VIEIRA, L. M. O uso dos jogos didáticos como instrumento metodológico no processo de ensino e aprendizagem dos conteúdos da química orgânica trabalhados no ensino médio. 2016. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso) – Universidade Federal de Pernambuco. 2016. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/39605. Acesso em: 10 março de 2023.

ZANOTTO, R. L.; SILVEIRA, R. M. C. F.; SAUER, E. Ensino de conceitos químicos em um enfoque CTS a partir de saberes populares. Ciência & Educação, v. 22, p. 727-740, 2016.

Downloads

Published

2024-06-11

How to Cite

Cruz, J. C., Santana, J. G. F., Freitas, R. de C. R. Q. de, Silva, L. R. F. da, Porto, J. A. M., Queiroz, M. S. R., Souza, C. de, Souza, A. C. M., & Guedes, R. S. (2024). Medicinal plants as a generative theme for the study of organic functions and scientific literacy in chemistry . CONTRIBUCIONES A LAS CIENCIAS SOCIALES, 17(6), e6744 . https://doi.org/10.55905/revconv.17n.6-116

Issue

Section

Articles