O efeito do parto humanizado na experiência materna e nos resultados neonatais

Authors

  • Aline Costa Lopes
  • Alexandre Maslinkiewicz
  • Ana Raquel Campos de Almeida Barboza
  • Elizabete da Silva Dantas de Jesus
  • Flávia de Araújo Costa
  • Juliana Balter Accacio
  • Maria Elvira Silva Calvano
  • Tainá Cunha de Oliveira
  • Tayná Martins de Medeiros
  • Thamyres Maria Silva Barbosa
  • Wellington Douglas Santos de Alencar

DOI:

https://doi.org/10.55905/revconv.17n.6-010

Keywords:

parto humanizado, maternidade, saúde perinatal, saúde neonatal

Abstract

O parto humanizado é um modelo de atendimento que prioriza o respeito às escolhas da mulher, minimiza intervenções desnecessárias e cria um ambiente tranquilo e acolhedor durante o parto. Este modelo é reconhecido por seus potenciais benefícios tanto para a mãe quanto para o neonato. Com base nisso, o objetivo deste estudo é avaliar os impactos positivos dessa abordagem, focando na melhoria da satisfação materna, na redução de intervenções médicas desnecessárias e nos benefícios para a saúde neonatal.Para isso utilizou-se a metodologia de revisão bibliográfica narrativa, com a seleção de estudos provenientes das bases de dados PubMed, SciELO e Google Scholar. Os critérios de inclusão abrangeram trabalhos publicados entre 2017 e 2024, disponíveis integralmente em inglês, espanhol ou português e que estivessem diretamente relacionados ao tema do parto humanizado. Foram excluídos da análise documentos que não se relacionassem diretamente com o tema, estudos fora do período especificado, trabalhos em outros idiomas que não os pré-definidos ou que não estivessem disponíveis na íntegra. Os resultados e discussões deste estudo ressaltaram os desafios e obstáculos enfrentados na implementação do parto humanizado nos sistemas de saúde, destacando a importância crítica de políticas públicas e práticas institucionais que promovam e facilitem a adoção mais ampla dessa abordagem. Essas informações são fundamentais para impulsionar transformações significativas nos cuidados perinatais, com o objetivo de proporcionar uma assistência que não apenas garanta segurança, mas que também empodere e respeite as mulheres. Portanto, a implementação efetiva do parto humanizado requer uma revisão das estruturas existentes e um compromisso com a melhoria contínua das condições de atendimento, priorizando os direitos e o bem-estar da mãe e do bebê.

References

ALVES, Bárbara Silva, et al. O impacto do Parto Humanizado nas Parturientes de um Hospiatal Público. New Trends in Qualitative Research, vol. 8, julho de 2021, p. 270–74. www.publi.ludomedia.org, https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.270-274.

BAGGIO, Maria Aparecida, et al. significados e experiências de mulheres que vivenciaram o parto humanizado hospitalar assistido por enfermeira obstétrica. Revista Baiana de Enfermagem‏, vol. 35, abril de 2021. DOI. https://doi.org/10.18471/rbe.v35.42620.

BARROS, Myrlla Nohanna Campos, et.al. parto humanizado: uma perspectiva da política nacional de humanização. Revista Extensão, vol. 4, no 1, julho de 2020, p. 84–92. revista.unitins.br, https://revista.unitins.br/index.php/extensao/article/view/2038.

CARDOSO, Daniela De Campos, et al. A importância do parto humanizado: uma revisão bibliográfica. Revista Eletrônica Acervo Saúde, no 41, fevereiro de 2020, p. e2442. DOI. https://doi.org/10.25248/reas.e2442.2020.

CAVALCANTE, Andrea Monteiro Rosa, et al. A influência do parto humanizado na intensificação do vínculo mãe-filho e na redução de intervenções médicas. Revista Eletrônica Acervo Saúde, vol. 15, no 8, agosto de 2022, p. e10822. DOI. https://doi.org/10.25248/reas.e10822.2022.

COTTA, João Eduardo D’avila, et al. Parto humanizado: limites e possibilidades / humanized childbirth: limits and possibilities. Brazilian Journal of Development, vol. 6, no 11, 2020, p. 89054–70. DOI.org (Crossref), https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-359.

NASCIMENTO, Eliete Cristina Tavares. Assistência de enfermagem no parto humanizado. Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Fundação Educacional de Ituverava -Faculdade Dr. Francisco Maeda. ITUVERAVA, 2019.

RUSSO, Jane, et.al. Parindo no paraíso: parto humanizado, ocitocina e a produção corporal de uma nova maternidade. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, vol. 24, 2020, p. e180390. DOI. https://doi.org/10.1590/interface.180390.

RODRIGUES, Camila, et al. Conhecimento das puérperas em relação ao parto humanizado e às vias de parto. Femina, 2023, p. 161–66. pesquisa.bvsalud.org, https://fi-admin.bvsalud.org/document/view/brxt3.

SILVA, Esther Lima, et al. Parto humanizado: benefícios e barreiras para sua implementação. Research, Society and Development, vol. 10, no 15, dezembro de 2021, p. e528101523275. DOI. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i15.23275.

Published

2024-06-03

How to Cite

Lopes, A. C., Maslinkiewicz, A., Barboza, A. R. C. de A., Jesus, E. da S. D. de, Costa, F. de A., Accacio, J. B., Calvano, M. E. S., Oliveira, T. C. de, Medeiros, T. M. de, Barbosa, T. M. S., & Alencar, W. D. S. de. (2024). O efeito do parto humanizado na experiência materna e nos resultados neonatais. CONTRIBUCIONES A LAS CIENCIAS SOCIALES, 17(6), e7206. https://doi.org/10.55905/revconv.17n.6-010

Issue

Section

Articles