Explorando as dinâmicas da Operação Acolhida: impactos do livre trânsito de venezuelanos nas fronteiras brasileiras, sobre a rede de cooperação e o acolhimento de migrantes e refugiados no Brasil

Authors

  • Telmo Santiago Borges
  • Tigernaque Pergentino de Sant’ana Junior
  • Douglas Esteves Oliveira
  • Márcio Reis do Vale
  • João Paulo da Silva Fetal
  • Everaldo Bastos Furtado
  • Rômulo Marcelo Borja Santillán
  • Marco Giovanny Rodríguez Rodríguez
  • Eric Cavalcante Galhardo

DOI:

https://doi.org/10.55905/revconv.17n.6-033

Keywords:

migrantes, refugiados, marco legal, acolhimento, rede de cooperação

Abstract

Devido à atual instabilidade política, econômica e social na Venezuela, somada à existência de dispositivos legais que viabilizam o livre trânsito nas fronteiras, o Brasil, com cerca de 1.486 km de fronteira com esse país, emerge como uma opção para os venezuelanos em busca de melhores condições de vida. E para lidar com os efeitos desse fluxo misto de pessoas para a região norte do país, o Estado brasileiro implementou a Operação Acolhida, mobilizando diversos atores e ações governamentais. Assim, estudo tem como objetivo compreender, a partir da Operação Acolhida, quais são os marcos legais que garantem o direito dos migrantes e refugiados de buscar uma vida melhor no Brasil e como funciona o acolhimento desse público, diante dos variados atores envolvidos na operação, para isso o trabalho empregou uma abordagem metodologia qualitativa, com objetivo descritivo, utilizando a Operação Acolhida como um estudo de caso único, além de pesquisas documentais e bibliográficas como estratégia complementar. A pesquisa enriquece o conhecimento acadêmico ao explorar os marcos legais nacionais e internacionais relacionados ao livre trânsito nas fronteiras. Além disso, examina a rede de cooperação estabelecida pela Operação Acolhida, visando proporcionar o mais eficaz acolhimento aos refugiados e migrantes venezuelanos, garantindo-lhes condições dignas de recepção.

References

BRASIL. Lei nº 13.445, de 24 de maio de 2017. Institui a lei de migração. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 154, n. 99, p. 1-44, 25 de maio. 2017.

BRASIL. Lei nº 9.474, de 22 de julho de 1997. Implementa o estatuto dos refugiados. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 15822, 23 de julho de 1997.

CARTAGENA. Comitê Executivo do Programa do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. Declaração de Cartagena sobre Refugiados. 22 nov. 1984.

CRUZ, G. L. Um estudo sobre a Operação Acolhida. Rio de Janeiro: Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, 2020.

FONSECA, P. Apresentação do Posto de Recepção e Apoio. Boa Vista, 10 jan 2024. Disponível em: https://pt.slideshare.net/slideshows/apresentao-do-posto-de-recepo-e-apoio/266218781. Acesso em 08 fev 2024.

FRANCHI, T. Operação Acolhida: A atuação das Forças Armadas Brasileiras no suporte aos deslocados venezuelanos. Military Review, v. [on line], n. Janeiro, p. 1-13, 2019.

GOV.BR. Operação Acolhida. 2024. Disponível em: <https://www.gov.br/defesa/pt-br/assuntos/exercicios-e-operacoes/acoes-humanitarias/operacao-acolhida>. Acesso em: 25 fev. 2024.

HAULLINSON, L. A Operação Acolhida. Rio de Janeiro, 10 maio 2023. Disponível em:https://pt.slideshare.net/Telmo52/operao-acolhidapdf?from_search=1. Acesso em 10 dez 2023.

IOM. Direito Internacional das Migrações. International Organization for Migration. 2024a. Disponível em: https://www.iom.int/international-migration-law. Acesso em 19 jan 2024.

IOM. Sobre a lei de Migração. International Organization for Migration. 2024b. Disponível em: https://www.iom.int/about-migration-law. Acesso em 19 jan 2024.

MATTOS, O. et al. A Operação Acolhida a resposta do Estado brasileiro diante da crise humanitária venezuelana e suas consequências para a Defesa Nacional. A Defesa Nacional, 24 jan. 2021.

MENDES, A. D. A.; BRASIL, D. R. A Nova Lei de Migração Brasileira e sua Regulamentação da Concessão de Vistos aos Migrantes. Sequência: Estudos Jurídicos e Políticos, v. 43, n. 84, p. 64–88, 19 jun. 2020.

MINISTÉRIO DA DEFESA. Norma Geral de Ação do Posto de Triagem. Boa Vista, 20 jan 2024. Disponível em: https://pt.slideshare.net/slideshows/norma-geral-de-ao-posto-de-triagem2024/266499515 . Acesso em: 26 fev 2024.

ONU. Convenção Relativa ao Estatuto dos Refugiados. Assembleia Geral da ONU Genebra, Suíça, 28 jul. 1951.

ONU. Protocolo de 1967. Assembleia Geral da ONU Estado Unidos da América, 31 jan. 1967.

SIMÕES, G.; CERÁVOLO, L.; FRANCHI, T. A evolução da legislação sobre o refúgio no âmbito internacional, regional e nacional e seus impactos para a Operação Acolhida. p. 78–88, A Defesa Nacional, n. 846, 24 jan. 2022.

SIQUEIRA, J. Apresentação do Posto de Triagem. Boa Vista, 2024a. Disponível em: https://pt.slideshare.net/slideshows/apresentao-do-posto-de-triagem-da-ftlog-hum/266236297. Acesso em 10 jan 2024.

SIQUEIRA, J. Relatório Janeiro de 2024_Atendimentos do Posto de Triagem. Boa Vista, 2024b. Disponível em: https://pt.slideshare.net/slideshows/relatrio-de-atendimento-do-ptrigjan-2024pdf/266499919. Acesso em 23 jan 2024.

SOUZA, L. O preparo da tropa para a Operação Acolhida. Rio de Janeiro, 10 maio 2023. Disponível em: https://pt.slideshare.net/Telmo52/preparo-da-tropa-para-a-operao-acolhida. Acesso em 10 dez 2023.

Published

2024-06-05

How to Cite

Borges, T. S., Sant’ana Junior, T. P. de, Oliveira, D. E., Vale, M. R. do, Fetal, J. P. da S., Furtado, E. B., Santillán, R. M. B., Rodríguez, M. G. R., & Galhardo, E. C. (2024). Explorando as dinâmicas da Operação Acolhida: impactos do livre trânsito de venezuelanos nas fronteiras brasileiras, sobre a rede de cooperação e o acolhimento de migrantes e refugiados no Brasil. CONTRIBUCIONES A LAS CIENCIAS SOCIALES, 17(6), e7274. https://doi.org/10.55905/revconv.17n.6-033

Issue

Section

Articles