Criação, destruição e resultado liquido de empregos no Maranhão através do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores do Maranhão (PDF)

Authors

  • Heric Santos Hossoé
  • Lindalva Silva Correia
  • Lucy Rosana Silva
  • Jadson Pessoa da Silva
  • Talita de Sousa Nascimento Carvalho
  • Alan Vasconcelos Santos
  • José Tavares Bezerra Junior

DOI:

https://doi.org/10.55905/revconv.17n.6-048

Keywords:

reestruturação produtiva, desenvolvimento sustentável, trabalho, avaliação de impacto

Abstract

No presente artigo, realizamos uma avaliação abrangente dos impactos do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores do Maranhão (PDF-MA), comparando e avaliando as taxas de criação, destruição e resultado líquido de empregos no estado, com um foco particular no volume de negócios e na geração de empregos. Para atingir esse objetivo, conduzimos uma pesquisa de campo que empregou tanto técnicas qualitativas quanto quantitativas, explorando três dimensões fundamentais e seis vertentes específicas. Nosso objetivo foi ir além das representações superficiais e das mensagens de marketing propagandeadas pelos mantenedores, buscando entender a essência real do fenômeno sob uma nova perspectiva. Essa análise buscou fornecer insights valiosos para os formuladores de políticas, gestores de programas e outros stakeholders interessados no desenvolvimento econômico sustentável do Maranhão, informando futuras decisões e estratégias relacionadas ao programa e iniciativas semelhantes em outras regiões. Pelas informações coletadas e disponíveis, não foi possível medir a elevação da renda de forma específica dos trabalhadores vinculados às empresas fornecedoras do PDF-MA; mesmo assim, elaborou-se uma ponderação sobre a evolução da renda no Brasil e no Maranhão, que chegou à conclusão de que,  tanto no Brasil como no Maranhão, a elevação da renda, principalmente no período de implementação do PDF-MA, foi muito expressivo, impactando significativamente os salários de todas as cadeias. Até porque as empresas cadastradas e participantes do programa são todas empresas formais e que registram formalmente seus trabalhadores, então o salário mínimo é o piso e, nesse sentido, não se pode pagar menos do que ele.

References

CAMARGO, Marcio Lima. Trabalho enquanto categoria fundante na existência humana e atual fase de reestruturação produtiva do Capital. I Seminário de Crítica da Economia Política – Questões Contemporâneas, UFVJM, Teófilo Otoni, MG, 2012.

CORSEUIL, Carlos Henrique. Servo. Luciana M. S. Criação, destruição e realocação de empregos no Brasil. Brasília, IPEA, 2006, 104 p.

FREITAS, Durval Vieira de. PDF – Programa de Desenvolvimento de Fornecedores: uma estratégia de sucesso. Vitoria: Editora Sebrae, 2009.

GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO. Divulgação do PDF-MA. São Luís, ago. 2009. (Mimeografado).

HOSSOÉ, Hayleno Santos. HOSSOÉ, Cassandra Maria Pereira. HOSSOÉ, Héric Santos. Sistema de Proteção Social e Responsabilidade Social: da atenuação concreta à atenuação aparente da questão social. VII JORNADA INTERNACIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS. São Luís: UFMA, 2015.

IBGE. Estatísticas. Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 13 dez., 2017.

MARX, Karl. Prefácio à “Contribuição à Crítica da Economia Política”. In: MARX, K.; ENGELS, F. Obras escolhidas. V. 1. São Paulo: Alfa-Ômega, 1986.

MÉSZÁROS, I. O desafio do desenvolvimento sustentável e a cultura da igualdade substantiva. Texto lido na conferência da Cúpula dos Parlamentares Latino-Americanos. Caracas, 2001. Tradução de Paulo Maurício.

OLIVEIRA, Gilson Batista de. Uma discussão sobre o conceito de desenvolvimento. Rev. FAE, Curitiba, v.5, n.2, p.37-48, maio/ago. 2002.

PAULANI, L. M.; BRAGA, Márcio Bobik. A Nova Contabilidade Social. 2. ed. v. 1. São Paulo: Saraiva, 2006.

PDF-MA, 2017. Disponível em: http://www.fornecedoresma.com.br. Acesso em: 07 mar., 2017.

SCATOLIN, Fábio Dória. Indicadores de desenvolvimento: um sistema para o Estado do Paraná. Porto Alegre, 1989. Dissertação (Mestrado em Economia) – Universidade Federal do rio Grande do Sul.

SILVA, Maria Ozanira da Silva e (Org.). Avaliação de políticas e programas sociais: teoria & prática. São Paulo: Veras Editora, 2001.

VASCONCELOS, Marco Antônio; GARCIA, Manuel Enriquez. Fundamentos de economia. São Paulo: Saraiva, 1998.

Published

2024-06-06

How to Cite

Hossoé, H. S., Correia, L. S., Silva, L. R., Silva, J. P. da, Carvalho, T. de S. N., Santos, A. V., & Bezerra Junior, J. T. (2024). Criação, destruição e resultado liquido de empregos no Maranhão através do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores do Maranhão (PDF). CONTRIBUCIONES A LAS CIENCIAS SOCIALES, 17(6), e7294. https://doi.org/10.55905/revconv.17n.6-048

Issue

Section

Articles