A Reforma Psiquiátrica e a Rede de Atenção Psicossocial

Authors

  • Hélio Marco Pereira Lopes Júnior
  • Luís Flávio de Amorim Paiva
  • Rodrigo Miranda Mota
  • Jordana Ribeiro da Silva
  • Maria Eduarda Cunha de Azevedo
  • Ana Clara Santos Moura
  • Rodrigo Martins Costa Lima
  • Ana Júlia Martins Amorim
  • Raphaella Calzavara Ferneda
  • Sumany scherrer Senna Caetano
  • Bruno Gurgel Teixeira
  • Gabriel Bertoni Lugtenburg
  • Nathan Barros de Oliveira
  • Lázaro Henrique Furtado Nogueira
  • Maria Luísa Tavares Borba

DOI:

https://doi.org/10.55905/revconv.17n.6-084

Keywords:

reforma psiquiátrica, rede de atenção psicossocial, antimanicomial, saúde mental

Abstract

O presente artigo tem como objetivo apresentar a trajetória histórica da Reforma Psiquiátrica no Brasil, bem como demonstrar como estes desdobramentos foram capazes de contribuir diretamente para um cuidado integral em saúde. Além disso, apresentar a RAPS (Rede de Atenção Psicossocial) e diretrizes para o seu fortalecimento, entendendo esta como um caminho para a democratização do acesso à saúde antimanicomial, universal e com equidade. Esse movimento sofreu grande influência da desinstitucionalização teórica prática desenvolvida por Franco Basaglia na Itália. Sabemos que durante muitos anos, o modelo de assistência médica oferecido às pessoas com transtornos mentais em nosso país foi embasado na lógica hospitalocêntrica e excludente. As propostas terapêuticas eram predominantemente medicamentosas e, na prática, muitos internos jamais tinham alta hospitalar, passando décadas de suas vidas confinados aos muros dos hospitais. Como caminho metodológico utilizamos a pesquisa bibliográfica, onde foi realizado um levantamento de estudos que envolvem o tema, entendendo a relevância da temática, foram utilizados como bases de busca SCIELO, PUBMED e Lilacs.

References

AMARANTE, P. A (clínica) e a Reforma Psiquiátrica. Arquivos de saúde mental e atenção psicossocial. Rio de Janeiro: Nau editora, 2003.

. (Org.). Psiquiatria Social e Reforma Psiquiátrica. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 1994.

ARBEX, L. Holocausto Brasileiro. Editora Geração editorial, São Paulo, 2013.

BASAGLIA, F. Escritos selecionados em saúde mental e reforma psiquiátrica. Editora Garamond, Rio de Janeiro, 2005.

BRASIL. Lei No 10.216, de 6 de abril de 2001. Dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental. Brasília, DF, 2001. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10216.htm Acesso em: 22 abril. 2024.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei No 10.708, de 31 de julho de 2003. Institui o auxílio-reabilitação psicossocial para pacientes acometidos de transtornos mentais egressos de internações. Brasília, DF, 2003. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.708.htm Acesso em: 22 abril. 2024.

BRASIL. Ministério da Saúde. Reforma psiquiátrica e política de saúde mental no Brasil. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2005. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/Relatorio15_anos_Caracas.pdf Acesso em: 22 abril. 2024.

DIAS, Bruno C. Movimentos da luta antimanicomial lançam frente parlamentar e encontro, 2016. Disponível: https://www.abrasco.org.br/site/noticias/movimentos-sociais/movimentos-da-luta-antimanicomial-lancam-frente-parlamentar-e-encontro/17001

ROTELLI, F; DE LEONARDIS, O; MAURI, D. Desinstitucionalização. São Paulo: Ed. Hucitec, 2001.

SANTOS, Jessica Adrielle Teixeira; OLIVEIRA, Magda Lúcia Félix de. Políticas Públicas sobre Álcool e outras Drogas: breve resgate histórico. In.: Revista Saúde & Transformação Social, v. 4, n.1, p 82-89, UFSC. Florianópolis, 2013.

VASCONCELOS, E.M. Reforma Psiquiátrica, tempos sombrios e resistência: diálogos com o marxismo e o Serviço Social. Editora Papel Social, Campinas, 2016.

Published

2024-06-10

How to Cite

Lopes Júnior, H. M. P., Paiva, L. F. de A., Mota, R. M., Silva, J. R. da, Azevedo, M. E. C. de, Moura, A. C. S., Lima, R. M. C., Amorim, A. J. M., Ferneda, R. C., Caetano, S. scherrer S., Teixeira, B. G., Lugtenburg, G. B., Oliveira, N. B. de, Nogueira, L. H. F., & Borba, M. L. T. (2024). A Reforma Psiquiátrica e a Rede de Atenção Psicossocial. CONTRIBUCIONES A LAS CIENCIAS SOCIALES, 17(6), e7364. https://doi.org/10.55905/revconv.17n.6-084

Issue

Section

Articles